Related Posts with Thumbnails

Máquinas e ferramentas

0 com

Ajuda a Fernanda!Email inicial

Date: Tue, 23 Feb 2010 17:50:24 -0300
Subject: Trabalho sobre porcellanato
From: feptrevisan@gmail.com
To: franzazulegista@hotmail.com

Olá Franz Rezende,
Meu nome é Fernanda Trevisan, sou estudante da ESPM e estou realizando um trabalho de Marketing sobre Porcellanato, mais especificamente sobre a empresa Eliane.

Li seu Blog e achei muito interessante, pude ver que você entende bastante do assunto.

Será que caso, vc souber poderia responder algumas perguntas para nos ajudar ?

Como estamos analisando o Macro e Micro ambiente gostaria de saber se vc sabe algo sobre a influencia do crescimento da Classe C no mercado de azulejos?
E quais são as suas experiências sobre a Eliane Porcellanato ? Reclamações, elogios, etc.
Muito obrigada pela atenção desde já.
Um beijo
3 com

Ajuda a Fernanda!Resposta.

From: franzazulegista@hotmail.com
To: feptrevisan@gmail.com
Subject: RE: Trabalho sobre porcellanato
Date: Wed, 24 Feb 2010 17:21:43 -0300

Boa tarde Fernanda.
Em 1° lugar obrigado pelo elogio.Em 2° fique curioso?O que é a ESPM.Em 3° vou tentar transmitir as experiências que adquiri ao longo do tempo para tentar ajudar.

No inicio (chegada do porcelanato no Brasil,visto ser originariamente da Europa [Itália-Pamesa,Porcelanosa,Espanha-Roca.]pesquise as marcas),apenas a elite poderia se dar ao luxo de colocar um Porcelanato em casa.
Com a globalização as marcas nacionais começaram a produzir porcelanato no Brasil mas nos formatos pequenos como 43x43cm diferente da Europa que já produzia formatos bem maiores.
A tecnologia empregada nos formatos maiores era bem mais avançada o que tornava inviável fabrica-los aqui.

Com a abertura comercial da China grandes empresas de porcelanato europeias migraram para China.A produção de porcelanato na China barateou astronomicamente o produto tornando acessível a nova classe de consumidores:classe B e C.

Mas eu te pergunto Fernanda.Se ficou mais barato importar o porcelanato pronto da China do que fazê-lo no Brasil,oque você faria como uma Coe de uma grande empresa de pisos brasileira?
Pois é,mas ainda tem um problema.Como o consumidor brasileiro encara os produtos Chineses?Se você já comprou alguma quinquilharia,bugiganga,calculadora,etc,já sabe a resposta.

Mas na China só tem coisa que não presta,quebra ,dá defeito?Claro que não ,também tem muita coisa excelente.
Então como vender a imagem de um ótimo produto chinês para um publico preconceituoso?

E se ¨nós não dissermos que é chinês,dissermos que é made in Brazil ¨.
Quem já foi na Revestir,sabe a avalanche de empresas chinesas nessas feiras.
Oque você acha?Eles vem de tão longe para mostrar os produtos para o consumidor final.
É tão óbvio.O cliente vai comprar um porcelanato na loja,e logo pergunta:Esse não é chineisinho não né?-e o vendedor diz:(muitas vezes sem saber também)Não,esse é da marca tal.Fabricado no sul do Brasil,esse é o bom!
Ai o cliente confiante porque não está comprando o chineisinho paga num sacrificado 10x R$79,00 o metro.
Fernanda sabe quanto custa o porcelanato na China?Cinco dólares,com impostos e tal no máximo 10 dólares.Agora faça as contas,o produto chega pronto embalado com a caixa da sua empresa e até com o carimbo da sua marca brasileira¨no verso.
E que marcas fazem essa jogada?Isso eu não sei é o santo graal da coisa.
Como profissional,nunca me decepcionei com a Eliane,muito pelo contrario,é uma das top 10 do mercado brasileiro.

Para finalizar na contra mão das grandes marcas,hoje tem uma enchorrada de importadoras que trazem o porcelanato igual e nas mesmas condições das grandes empresas,elaboram marca própria e colocam o mesmo produto das grandes no mercado,pela metade do preço.
É ai que entra a Classe C.O Resto você já entendeu.

Espero que tenha sido de ajuda na sua pesquisa.
Se precisar de mais informações e eu puder ajudar estou a disposição.

Depois manda o seu trabalho pra mim.Ok.

Att. Franz Rezende-Oazulejista.

Banner Hotwords