Related Posts with Thumbnails
0 com

Como aplicar(colocar) pastilha de coco?

Seguindo a linha da sustentabilidade,novos materiais estão sendo usados em detrimento aos tradicionais!
Um bom exemplo são as pastilhas feitas de casca de coco,um material antes descartado,agora vira peça decorativa muito apreciada por arquitetos Brasil a fora.
Com varias cores,tamanhos,e aspecto rustico,pode ser usado para revestir paredes,moveis e objetos e até na fabricação de cubas.
Azulejistas na sua cidade
O pastilhado de coco pode ser combinado com materiais nobres como o inox, o vidro, a cerâmica, o MDF e outros, tornando os ambientes singulares.
Por apresentar grande resistência à umidade e ao calor proporciona sua utilização nos mais variados ambientes, entre eles:
▪ Banheiros (com exceção do piso)
▪ Cozinhas, Salas e Bares
▪ Revestimentos dos mais diversos
▪ Móveis e bancadas e objetos de decoração
▪ Revestimentos de pisos e paredes
▪ Indústria naval e automobilística
▫ Sua fixação varia de acordo com a superfície: vidro, metal, madeira ou alvenaria.
O assentamento como revestimento de parede segue o mesmo procedimento do assentamento da pastilha de vidro.
A colagem em moveis e objetos é feita similarmente a colagem de madeira, com cola para madeira e espatula.
Já a fabricação de cubas como essa só é possível devido a impermeabilização das pastilhas com resina acrílica que alem da impermeabilidade também deixa a placa resistente.
Mas agora chegou um sistema muito facil para colocação e nivelamento de pastilha:
O nivelador de pastilha é um suporte para a aplicação de pastilhas que facilita e deixa o trabalho mais profissional.
Acesse nosso canal no Youtube e se inscreva
Para saber como funciona veja a materia explicativa:

www.gerasuportes.com.br
Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:









0 com

Revestimento ecológico 3D para decoração de interiores.

Encontre este produto na:

www.facebook.com/decazorevestimento

O bambu é uma das  matérias-primas versáteis, por ser uma árvore que cresce rapidamente: amadurece em apenas quatro anos.
Um dos revestimentos mais originais atualmente é feito a partir de extratos de bambu e outras fibras vegetais, processadas mecanicamente.

Com aparência de gesso, o produto é vendido em placas que podem ser pintadas com tinta à base de água ou acrílica, e formar, por exemplo, painéis para a televisão ou cobrir uma das paredes de um quarto.
Com nomes comerciais variados, o revestimento ecológico 3D  faz uma referência ao design em alto relevo, com desenhos tridimensionais.

O revestimento ecológico 3D e um novo tipo de material de decoração para interiores.
Moderno e simples, a sua composição e totalmente natural e ecologicamente correta utilizando de fibras vegetais processadas mecanicamente sem a utilização de químicos nocivos a saúde.
O seu design e inspirado em obras artísticas criando ambientes vivos de texturas atraentes  e cores variadas.


O  revestimento ecológico 3D  pode ser aplicado a vários tipos de superfícies, servindo de pano de fundo para salas de televisão e estar, bibliotecas, vitrines, e outros ambientes, sempre trazendo a sensação de elegância e conforto ao espaço.
Criado para dar um ar mais casual a escritórioshotéis e outros ambientes públicos, o revestimento o revestimento ecológico 3D da movimento a luz e a cores.
A sua utilização da ao arquiteto a oportunidade de criar verdadeiros murais vivos em 3D de forma simples, rápida e econômica.

Vídeo com guia de instalação do revestimento ecológico 3D



Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:










                        
0 com

O que é a madeira plastica ou ecológica?


Denominado comercialmente como Madeira Plástica, Madeira Sintética ou Madeira
Ecológica, é um produto resultante da aplicação de uma moderna tecnologia
industrial.

O processo agrega matérias-primas naturais ou recicláveis, como resíduos
plásticos industriais variados e fibras vegetais, que são misturadas e transformadas em
peças semelhantes à madeira natural e que podem substituí-la em diversas aplicações.

Reduz a utilização de madeiras naturais.
Recicla resíduos industriais, evitando o descartes dos mesmos na natureza.
Evita o corte de árvores, preservando as florestas;
Contribui para a limpeza do meio ambiente;
Além de usar materiais reciclados, o produto é reciclável;
O processo produtivo não gera qualquer tipo de poluição, e os resíduos da fabricação são reaproveitados no próprio processo.

A Madeira plastica ou ecológica não requer nenhum tipo de manutenção.
Entretanto, se houver aplicação de tintas ou vernizes no produto, essa aplicação deverá sofrer manutenção periódica, da mesma forma que ocorre com a madeira natural.
Além disso, como não absorve umidade, pode ser lavada com água e sabão.

Aplicações da madeira plastica ou ecológica
Decks de piscinas de residências, clubes, condomínios.
Módulos removíveis de piso para saunas, duchas, spas e ofurôs.
Pisos fixos ou removíveis em geral.

Revestimento para áreas molhadas e coberturas.
Revestimentos de paredes internas e externas.
Degraus e revestimentos de degraus.

Revestimentos de colunas e vigas.
Revestimentos em paredes externas de residências, lojas e edifícios.
Circulações de áreas comuns, circulações e acessos.
Rampas para acessibilidade em residências, espaços públicos e corporativos.
Piso de varandas e sacadas de residências, lojas e bares.
Belvederes e plateaus.

Revestimento de bancos residenciais, públicos ou corporativos.
Lambris, frontispícios, borders e rodapés.
Piso para áreas de show, demonstração, exposição e stands.
Trilhas em parques e passeios públicos.

Pisos de áreas de shopping e circulações em geral.
Paisagismo, contenção de jardins, revestimentos de muros, cachepôs e peças especiais.
Paredes vivas e paredes para hortas residenciais.
Projetos, desenvolvimentos, produtos e design.

Piers, marinas, convés e decks de barcos, veleiros e lanchas.
A madeira plastica ou ecologica é a saída alternativa ao uso da madeira.
Vale a pena prestigiar este produto.
Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:









0 com

Como proteger o piso durante a obra,pintura ou reforma?


Nova opção para proteger seu piso durante a obra,pintura ou reforma-SALVA PISO.
Confeccionado com papel Kraft laminado ao plástico bolha de alta resistência, o SALVA PISO protege o piso durante sua obra,pintura e reforma.
Ele é reutilizável, promove um bom aspecto visual para obra e possibilita a redução de custos.
Produto

O mercado de pisos e revestimentos ganhou um produto especializado em proteção de piso durante a obra: o SALVA PISO, proteção especialmente desenvolvida para suprir as deficiências bem conhecidas do papelão ondulado e do plástico bolha convencional.
O SALVA PISO é confeccionado com papel Kraft integrado (laminado) ao plástico bolha de alta resistência (5 vezes mais resistente que a bolha convencional).
Graças à excelente qualidade do material, o SALVA PISO permite dar continuidade natural à obra, sem a necessidade de trocar a proteção periodicamente, auxiliando na redução de custos.
A forração uniforme do SALVA PISO e sua excelente aderência ao piso (sem utilizar cola) facilita a organização e limpeza da obra.
Por ser impermeável, o SALVA PISO também garante a proteção do piso contra manchas causadas por líquidos.
Bem vedado com fita de embalagem, não permite o contato do piso com resíduos, evitando possíveis riscos e danos.
Veja este vídeo com uma dica especial:
Porcelanato ou piso liquido,qual o mais resistente?

As principais vantagens do SALVA PISO são de minimizar os custos com o retrabalho, evitar a prorrogação de prazos, reduzir o stress, entre outros aborrecimentos causados por um piso danificado.

Tecnologia / Inovação
O SALVA PISO é fabricado e patenteado pela Salvabras, empresa que desenvolveu uma nova tecnologia de laminação ao plástico bolha, unindo em um único item o plástico bolha convencional e o papel Kraft.
Com a laminação dos materiais, a durabilidade média da bobina SALVA PISO é de 3 meses, variável ao fluxo da obra.
Durante esse período é possível andar e passar com materiais sobre as bolhas.
Marketing / Tendência
Juntamente com todos os benefícios do SALVA PISO, a Salvabras introduziu um novo conceito de marketing nas obras, pois possibilitou que as construtoras e revendedoras imprimam suas marcas ou de seus parceiros no papel Kraft SALVA PISO, onde diariamente compradores, arquitetos, engenheiros, clientes, empreiteiros e operários estão trabalhando.
ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA
Papel Kraft integrado (laminado) com plástico bolha de alta resistência.
Bobina de 25 metros linear (comprimento) x 1,20 (largura) = 30m² (Cobertura)
Diâmetro da bobina: 33cm
APLICAÇÃO
Ótima proteção para pisos de mármore, granito, porcelanato, cerâmico e pisos de madeira.
Veja este vídeo com uma dica especial:
Como calculara a quantidade de piso da sua obra?

BENEFICIOS
LIMPEZA E ORGANIZAÇÃO: Graças à boa aderência do plástico bolha junto ao piso (sem utilizar cola), o SALVA PISO não se movimenta e possibilita uma forração uniforme, facilitando a limpeza e organização da obra e promovendo um melhor aspecto visual.
MANUSEIO E APLICAÇÃO: Fácil de manusear, aplicar e retirar. A vedação com fita adesiva é rápida e simples.
RESISTÊNCIA E DURABILIDADE: O plástico bolha do SALVA PISO é 5 vezes mais resistente que o bolha convencional. Por ser laminado ao papel Kraft, a durabilidade média da bobina é de 2 a 3 meses, variável ao fluxo da obra, podendo se estender por mais tempo.
IMPERMEABILIDADE: Impermeável,  não mancha,  protege contra vazamentos de água e tinta. O papel retém o líquido até a secagem completa, o filme plástico garante o piso intacto.
REDUÇÃO DE CUSTOS: Além da proteção, o SALVA PISO minimiza os custos de recuperação e retrabalho, gastos adicionais, impacto no prazo da obra, stress, entre outros, além ter preço competitivo.
Azulejistas na sua cidade
Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:




Banner Hotwords