Related Posts with Thumbnails

Impressora 3D de casas e prédios.O futuro da construção é a tecnologia

Num futuro breve não iremos construir casas-iremos imprimir casas!
É o que promete 3 projetos em andamento na China,Itália e na Califórnia USA. 
Uma impressora 3D que imprime peças em plástico já são comuns.
Hoje todos os holofotes estão apontados para as impressoras que conseguem imprimir comida, órgãos e… casas!
Parece que não há nada no mundo que não possa ser feito no modelo “camada por camada”.
Um projeto de casa impressa em 3D foi feito em Xangai, na China, pela Winsun.
A construtora chinesa mostrou como uma impressora de 6,7 metros de altura — que custa 5 mil dólares — pode produzir paredes inteiras em poucos minutos.
Usando uma combinação de cimento e fibra de vidro como material, a estrutura feita pela impressora custa metade do preço de uma construção convencional.
O mais impressionante é que o material usado para construir as paredes é reciclado de construções antigas.
A empresa pretende construir mais de 100 casas na China e transformar o material reciclado em moradias.
As paredes impressas em 3D são ocas e a massa é aplicada em formato de zigue-zague, deixando espaço para o isolamento interno, utilizando material reciclado e com até 70% de rapidez em relação à construção tradicional.
Italianos desenvolveram uma impressora 3D que é capaz de usar lama (terra, argila e fibra) para construir casas.
A ideia por trás do projeto é de promover um recurso prático e acessível para que habitações sejam construídas de maneira ágil em qualquer parte do mundo.
As aplicações da tecnologia vão de ações emergenciais em áreas afetadas por calamidades à criação de residências baratas em comunidades de baixo poder aquisitivo.
Neste caso, a impressora é formada por um conjunto que tem 6 metros de altura.
Portátil, o equipamento pode ser carregado num caminhão e montado no local da construção em duas horas
Montada, a impressora é capaz de construir casas com até 3 metros de altura.
Um dos projetos pioneiros no uso direto das impressoras 3D, na construção civil, teve início na Universidade do Sul da Califórnia, com uma versão gigante capaz de construir uma casa inteira em menos de 24 horas.
Esta solução pode rapidamente construir uma estrutura completa a partir de um projeto de computador
Ela também produz estruturas muito mais fortes do que os métodos tradicionais de construção e, enquanto o sistema ergue as paredes com concreto, trabalhadores ficam responsáveis pelo acabamento, tornando o processo muito mais rápido e eficiente.
Esta impressora gigante foi projetada pelo professor Behrokh Khoshnevis, com proposta de revolucionar a indústria da construção.
Com a consequente redução de custos, tornaria viável a possibilidade de que milhões de pessoas de baixa renda tivessem moradias decentes, além de poder ser usada para reconstruir áreas devastadas por guerras e desastres naturais.
Acredito que o impacto na mão de obra ficará dentro dos limites toleráveis, tendo em vista a compensação pela grande quantidade de unidades construídas, concentrando principalmente nos trabalhadores responsáveis pela alimentação da impressora e no pessoal encarregado do acabamento.
Principalmente pensando nos programas habitacionais populares de baixo custo,esta tecnologia de impressão 3D de casa se tornará uma revolução na construção.
Aguardamos a chegada desta tecnologia aqui no Brasil.

Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:









0 comentários:

Postar um comentário

Banner Hotwords